Casa adaptada reduz em até 40% acidentes com idosos

Casa adaptada reduz em até 40% acidentes com idosos

 

A última estimativa populacional do Brasil, realizada no ano passado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), apontou que o número de pessoas acima de 60 anos subiu cerca de 50%.

O percentual representa um crescimento de mais de 8,5 milhões de pessoas nesta faixa etária. Ante esse aumento, surgem as adaptações em casas e apartamentos ou até mesmo a construção de condomínios para atender a terceira idade.

Estudos da Universidade de São Paulo (USP) concluíram que construir moradias preparadas para receber e dar o conforto necessário aos idosos reduz cerca de 40% dos acidentes domésticos. Dados do Ministério da Saúde mostram ainda que 70% dos acidentes envolvendo pessoas acima de 60 anos acontecem dentro das residências.

Na Bahia, os condomínios residenciais mais voltados às necessidades da terceira idade ainda não se espalharam. “O mercado imobiliário local ainda não identificou uma demanda suficiente para justificar a construção desse tipo de empreendimento”, explica Carlos Henrique Passos, presidente do Sindicato da Construção da Bahia (Sinduscon-BA).

Para ele, o surgimento de novos condomínios com essas características pode crescer com o passar dos anos, atrelado ao crescimento da população idosa. “Com a projeção de amadurecimento da população, a tendência é que, no futuro, surjam mais empreendimentos com essas características não só na Bahia, mas em todo o Brasil”, completa.

Ainda de acordo com Passos, a faixa 1 do programa Minha Casa, Minha Vida, reservada para famílias cujas rendas mensais estejam entre zero e três salários mínimos, já possui 100% dos imóveis adaptáveis e 3% já adaptados para idosos e pessoas com deficiência.

O Condomínio Residencial Botticelli, localizado na Pituba, é o único em Salvador e em todo o estado destinado a atender, em sua maioria, o público da terceira idade. Inaugurado em 2003, o empreendimento tem sala para atendimento médico, fisioterapia, além de pisos antiderrapantes nas dependências.“Por ser o único em Salvador com essa finalidade e recursos, a procura pelas unidades é alta”, explica Ricardo Souza, administrador do condomínio.

Dentro dos apartamentos, os interruptores e tomadas de energia elétrica estão instaladas em altura média e próximos aos móveis. Os banheiros são equipados com barras de ferro.

Os cuidados se estendem também às áreas de lazer. Para prevenir maiores esforços, corrimões foram colocados nas rampas de acesso à piscina, que, inclusive, conta com barras de apoio para hidromassagem e hidroginástica. Para Cláudio Cunha, presidente da Associação de Dirigentes de Empresas do Mercado Imobiliário da Bahia (Ademi-BA), futuros lançamentos deverão levar em conta as necessidades comportamentais da terceira idade, inclusive nos momentos de lazer. “Os espaços de convivência e lazer precisarão também ter essas adaptações para que os idosos possam receber parentes e amigos de todas as idades”, avalia.

Botticelli

No Botticelli, planejado para idosos, corrimões foram colocados nas rampas de acesso à piscina

Projetos acessíveis

Mesmo com a baixa quantidade de condomínios pensados para idosos, adaptações estruturais podem ser feitas em casas e apartamentos que, inicialmente, não foram projetados para atender a essa faixa etária.

Uma das medidas é a implantação de barras de apoio e de pisos antiderrapantes, segundo a arquiteta Fernanda Lima. ”As barras podem ser instaladas em locais que exigem mais esforços, como o banheiro e até mesmo nos corredores das casas ou apartamentos. Os pisos diferenciados são importante para prevenir quedas”, aconselha.

Fernanda acrescenta que os cuidados também podem valer para os móveis. “Camas, estantes e mesas sem quinas diminuem o risco de eventuais acidentes”, completa. O arquiteto Flávio Moura recomenda a abertura de vãos maiores nas portas, essenciais para casos em que os idosos necessitem utilizar equipamentos de acessibilidade, como cadeira de rodas.

“O espaço maior nas portas facilita a entrada e a saída de pessoas nessas condições”, ressalta.

Matéria originalmente publicada em A Tarde

  • Gostou do conteúdo? Indique a um amigo!




  • A-
  • A+
Enquete

Nos 17 anos do Jornal dos Condomínios, gostaríamos de saber: quem é você, usuário do portal?

Sou síndíco morador - 28%
Sou síndico profissional - 10.6%
Trabalho em empresa administradora de condomínios - 9.9%
Trabalho em um escritório de contabilidade - 4.6%
Pretendo ser síndico profissional - 11%
Não tenho ligação, mas sou morador e quero ter uma participação mais ativa no condomínio - 17.7%
Outros profissionais do setor - 17%

Total votos: 282
A votação para esta enquete foi encerrada em: Setembro 18, 2018
SELECT i.*, CASE WHEN i.modified = 0 THEN i.created ELSE i.modified END as lastChanged, c.name AS categoryname,c.id AS categoryid, c.alias AS categoryalias, c.params AS categoryparams, u.userName AS nomeColunista , u.image AS imgColunista , u.userID AS idColunista FROM #__k2_items as i RIGHT JOIN #__k2_categories c ON c.id = i.catid LEFT JOIN #__k2_users u ON u.userID = i.created_by WHERE i.published = 1 AND i.access IN(1,1,5) AND i.trash = 0 AND c.published = 1 AND c.trash = 0 AND ( i.publish_up = '0000-00-00 00:00:00' OR i.publish_up <= '2018-09-23 02:03:57' ) AND ( i.publish_down = '0000-00-00 00:00:00' OR i.publish_down >= '2018-09-23 02:03:57' ) AND i.catid=17 AND i.catid IN(17) OR i.id IN (SELECT itemID FROM #__k2_additional_categories WHERE catid IN(17 ) )  ORDER BY i.id DESC LIMIT 0 , 1
Acesse sua Administradora